Essa eleição significou um divisor de águas, um marco histórico uma retomada dos espaços de poder ._ Neste segundo episódio de 15 minutos conversamos com Dani Portela, Carmem Silva e Silvia Camurça que trouxeram suas análises feministas sobre os resultados!

No Fórum Social Panamazônico, espaço ético-político denunciou graves violações aos territórios e corpos indígenas na região — em especial das mulheres. Em discussão, os ataques cometidos pelos governos do Brasil, Colômbia e Peru.

Vídeo Memória do I Encontro de Mulheres do Cerrado, realizado em 2019, traz em lembranças um encontro que foi das mulheres indígenas, geraizeras, quebradeiras de coco babaçu, raizeiras, quilombolas, pescadoras, ecoando resistências e gerando um combustível para a luta.

No último episódio da cobertura especial do Programa Fora da Curva Especial Projeto Adalgisas, que foi ao ar na segunda-feira (9), Maria Betânia Ávila, foi uma das convidadas para o debate do programa, que queria saber: Qual a cidade que as mulheres querem?

Concorrentes aos cargos de vereadoras, vice-prefeitas e prefeitas têm enfrentado sistematicamente intimidações por outros candidatos, ameaças de agressões sexuais, mensagens não solicitadas de fotos de órgãos sexuais masculinos, fake news, xingamentos e até discriminação dentro dos próprios partidos. Leia reportagem completa.

Querer controlar as ONGs é tentar silenciar liberdades constitucionais. A Constituição brasileira veda qualquer tipo de interferência do Estado na criação, no funcionamento ou mesmo no posicionamento das organizações da sociedade civil brasileiras.

Na última noite dos debates sobre Trabalho Doméstico no Brasil, no ciclo Diálogos Impertinentes, Luiza Batista (FENATRAD) e Rivane Arantes (SOS Corpo) destacam pontos que marcam os conflitos e as conquistas de direitos das trabalhadoras domésticas ao longo da luta e da organização da categoria.

O Caso Mariana Ferrer reitera como o estupro é naturalizado pela sociedade brasileira e cada dia mais chancelado pelas instituições públicas. Para fazer frente ao avanço conservador, o movimento feminista, mais uma vez, denuncia a violência e a discriminação contra todas as mulheres. Não vão nos calar.