Vídeo Memória do I Encontro de Mulheres do Cerrado, realizado em 2019, traz em lembranças um encontro que foi das mulheres indígenas, geraizeras, quebradeiras de coco babaçu, raizeiras, quilombolas, pescadoras, ecoando resistências e gerando um combustível para a luta.

Na última noite dos debates sobre Trabalho Doméstico no Brasil, no ciclo Diálogos Impertinentes, Luiza Batista (FENATRAD) e Rivane Arantes (SOS Corpo) destacam pontos que marcam os conflitos e as conquistas de direitos das trabalhadoras domésticas ao longo da luta e da organização da categoria.

Uma coisa é certa: o próximo prefeito ou prefeita do Recife vai ser o responsável por gerir uma grande crise na saúde. Além dos problemas causados pela pandemia da Covid-19, há consultas, cirurgias e exames que foram adiados e as consequências disso. A saúde da mulher nesse cenário foi o tema do programa Fora da Curva de hoje!

1

As cada vez mais precarizadas condições de trabalho e as experiências das trabalhadoras domésticas durante a pandemia foram os motes que conduziram o diálogo entre Chirlene do Santos (Sintrad/PB) e Verônica Ferreira (SOS Corpo), na segunda noite do ciclo de debates Diálogos Impertinentes. Clique para saber como foi!

2

Atividade que estreou na última quarta-feira (14), primeira noite do Diálogos Impertinentes teve Creuza Oliveira e Maria Betânia Ávila abordando as desigualdades históricas que formam a sociedade brasileira e o movimento político de organização das trabalhadoras domésticas que lutam há 80 anos em defesa de seus direitos

Convidada para debate na mesa “Crise do Capital, desigualdades sociais e orçamento público”, na Semana Universitária da UnB, Verônica Ferreira, do SOS Corpo, apontou a necessidade de nomear a crise virulenta que vivemos a partir das engrenagens patriarcal, racista e capitalista que sustentam o sistema. Confira!

Em live realizada no último dia 08 de setembro pelo CNTE, a educadora do SOS Corpo, Silvia Camurça, foi uma das convidadas para debater a importância de uma educação libertadora e crítica na proteção de crianças contra a violência sexual. Confira!

Em debate realizado pelo Coletivo Mulher Vida, em transmissão online no facebook no último dia 02 de setembro, Carmen Silva, educadora do SOS Corpo e militante feminista do Fórum de Mulheres de Pernambuco, foi uma das convidadas para falar sobre os agravamentos da violência doméstica contra as mulheres em tempos de pandemia.

Nas Rodas e Nas Redes: uso da internet por mulheres de movimento populares teve o objetivo de conhecer melhor a realidade das mulheres militantes de classes populares do Amazonas, Ceará e Pernambuco para traçar estratégias criativas de enfrentamento aos desafios de realizar processos de educação à distância. Baixe a pesquisa!