Nesse curso vamos abordar como a conectividade provoca transformações nos sujeitos de maneiras subjetivas e materiais, além de seus impactos para a coletividade. Vamos pensar juntas quais saídas são possíveis e compreender que possíveis estratégias existem de cuidado, defesa e contra-ataque, politizando cada um dos caminhos.

Estão abertas até dia 20 de agosto as inscrições para o curso Fontes e Veredas, atividade que integra o Plano de Formação Anual do SOS Corpo em 2021. Com o tema Inquietações Feministas sobre Corpo e Sujeito, o curso será realizado nos dias 25 e 26 deste mês em plataforma online e será ministrado por Betânia Ávila, Verônica Ferreira e Fran Ribeiro. Saiba como se inscrever!

Nos dias 22 e 23 de setembro, acontece o segundo Fontes e Veredas do Programa de Formação 2020 do SOS Corpo, mediado por Silvia Camurça. A atividade terá como temas os desafios para a militância em torno da legalização do aborto e como colocar este debate no centro de nossas lutas é uma questão chave para a defesa da democracia. Inscreva-se!

Na próxima quarta-feira (02), as 18h, a Universidade Livre Feminista lança a campanha “Feminismo Com Quem tá chegando”, que se inspira no curso realizado pela própria ULF em 2014. Saiba mais sobre o lançamento da campanha clicando no post.

Durante o curso nacional Espiral Feminista, realizado pelo SOS Corpo, a prática do Feminismo Popular e suas interpretações a partir do movimento feminista foi uma das conferências que fizeram parte da programação. Assista!

Curso nacional de caráter teórico-político organizado pelo SOS Corpo reuniu mais de 50 mulheres de diferentes partes do país em quatro dias de exposições, debates e grupos de trabalho que tiveram como inspiração, os feminismos e a luta antissistêmica para o fortalecimento do movimento feminista no processo de resistência democrática.

1

O tempo nos preocupa: as agendas estão lotadas, quem tem um emprego, tá trabalhando o tempo todo, quem não tem, tá correndo atrás, tá na luta! A comida é fast-food, é no microondas, qualquer coisa, é no meio da rua – num dá tempo nem de comer! É o tempo que tá comendo a gente. Tudo pra ontem! No ar a gente respira esse sentimento opressivo de urgência, a falta de tempo é asfixiante. Convidamos você a parar e pensar conosco. Quem se atreve a chamar esse curso FONTES E VEREDAS sobre o TEMPO, além de responsável por nos conduzir na reflexão, é a Maria Betânia Ávila.

3

Para pensar a política no Brasil e no mundo com a própria cabeça, aprender a fazer análises a partir de uma ótica que observa as desigualdades estruturais no movimento dialético da história é um dos objetivos desse segundo curso FONTES E VEREDAS, ministrado pela educadora do SOS Corpo Silvia Camurça.