Voltado para militantes de partidos de esquerda, o curso pretende apresentar e debater algumas possibilidades de argumentos na defesa da legalização do aborto no contexto das eleições 2020, como parte do Estado Democrático de Direito. Inscreva-se!

Com as presenças confirmadas da presidenta do Sindicato dos Trabalhadores Domésticos da Bahia, Creuza Oliveira, e da pesquisadora do SOS Corpo, Maria Betânia Ávila, o primeiro dia de Diálogos discutirá questões em torno da organização das trabalhadoras domésticas e sobre as dinâmicas que conformam o trabalho doméstico no Brasil

1

Nos dias 14, 21 e 28 de outubro, o SOS Corpo realiza debates, com transmissão pela internet, para discutir as contradições do trabalho doméstico, as conquistas e as lutas da organização das trabalhadoras domésticas no Brasil. Anota na agenda para não perder!

Executivo e legislativo continuam tomados por homens brancos e ricos — e agora há a ameaça do fascismo. Mas em 2020, candidaturas coletivas de grupos excluídos aumentaram, e podem abrir caminho para mandatos que sacudam a política. Leia o artigo do CFEMEA para a coluna Baderna Feminista.

Hoje o SOS Corpo perde uma grande companheira. Josefa Severina da Conceição ficará para sempre em nossos corações e na memória do movimento feminista pernambucano. A sua atuação aguerrida, a sua crítica contundente, a sua solidariedade amorosa são fontes de aprendizados para nós.

A legalização do aborto não é somente uma questão de decisão individual, mas, antes e, acima de tudo, de justiça social, onde, ao mudar o que parece ser um mero detalhe, transforma-se o que estrutura o todo da desigualdade.

Nesta segunda-feira, 28 de Setembro, a Frente Nacional Contra a Criminalização das Mulheres e pela Legalização do Aborto realiza uma ação ao vivo a partir das 14h em sua página no Facebook. Clique e saiba mais! #AlertaFeminista2020 #LegalizaçãoDoAbortoJá

Convidada para debate na mesa “Crise do Capital, desigualdades sociais e orçamento público”, na Semana Universitária da UnB, Verônica Ferreira, do SOS Corpo, apontou a necessidade de nomear a crise virulenta que vivemos a partir das engrenagens patriarcal, racista e capitalista que sustentam o sistema. Confira!

Dentro das ações que antecedem do Dia Latino-americano e Caribenho de Luta pela Descriminalização e Legalização do Aborto, Silvia Camurça, educadora do SOS Corpo, é uma das convidadas do debate da AMB/SP para discutir estratégias e resistência para a legalização do aborto no Brasil. Não perca!