Com as presenças confirmadas de Chirlene dos Santos (Sintrad/PB) e Verônica Ferreira (SOS Copo), segunda noite de Diálogos Impertinentes abordará questões ligadas às condições sociais, de trabalho e as contradições vivenciadas pelas trabalhadoras domésticas em contexto de crise sanitária da Covid-19. Não perca!

Desde a última semana que o corpo de trabalhadoras do SOS Corpo retomou o trabalho presencial na sede. Porém, seguindo as recomendações sanitárias de evitar aglomerações, a sede permanece fechada para o atendimento público.

Pleito municipal será trincheira contra o obscurantismo, mas também oportunidade de virada política, com mais mulheres eleitas e nos debates feministas. Jornada será árdua, mas ações pelo voto descolonizador reacendem esperanças

2

Atividade que estreou na última quarta-feira (14), primeira noite do Diálogos Impertinentes teve Creuza Oliveira e Maria Betânia Ávila abordando as desigualdades históricas que formam a sociedade brasileira e o movimento político de organização das trabalhadoras domésticas que lutam há 80 anos em defesa de seus direitos

Voltado para militantes de partidos de esquerda, o curso pretende apresentar e debater algumas possibilidades de argumentos na defesa da legalização do aborto no contexto das eleições 2020, como parte do Estado Democrático de Direito. Inscreva-se!

Com as presenças confirmadas da presidenta do Sindicato dos Trabalhadores Domésticos da Bahia, Creuza Oliveira, e da pesquisadora do SOS Corpo, Maria Betânia Ávila, o primeiro dia de Diálogos discutirá questões em torno da organização das trabalhadoras domésticas e sobre as dinâmicas que conformam o trabalho doméstico no Brasil

1

Nos dias 14, 21 e 28 de outubro, o SOS Corpo realiza debates, com transmissão pela internet, para discutir as contradições do trabalho doméstico, as conquistas e as lutas da organização das trabalhadoras domésticas no Brasil. Anota na agenda para não perder!

Executivo e legislativo continuam tomados por homens brancos e ricos — e agora há a ameaça do fascismo. Mas em 2020, candidaturas coletivas de grupos excluídos aumentaram, e podem abrir caminho para mandatos que sacudam a política. Leia o artigo do CFEMEA para a coluna Baderna Feminista.

Hoje o SOS Corpo perde uma grande companheira. Josefa Severina da Conceição ficará para sempre em nossos corações e na memória do movimento feminista pernambucano. A sua atuação aguerrida, a sua crítica contundente, a sua solidariedade amorosa são fontes de aprendizados para nós.