1

Neste dia 31 de março, na Câmara de Vereadores do Recife, uma audiência pública discutiu o Direito à Memória e a Verdade. Leia aqui o artigo de Silvia Camurça, do SOS Corpo, sobre o tema. “A ideia de disputas de narrativas precisa ser destruída pela Memória e a Verdade.”

Neste 8 de Março de 2022, mulheres de todo o Brasil e diferentes parte do mundo foram às ruas para marcar o Dia de Luta Feminista! Depois de um ano sem ir às ruas, no Recife foram quase 10 mil mulheres que se manifestaram com muito artivismo, diálogo e resistência.

Primeira tradução para o português de uma obra completa de Nicole-Claude Mathieu será lançada nesta quarta-feira (9). “A anatomia política” propõe uma interpretação inovadora das relações sociais, uma perspectiva crítica e feminista radical corajosa.

1

Neste 8 de março de 2022, Dia Internacional de Luta das Mulheres, expressão da organização e luta feminista ao longo da história, nós do SOS Corpo Instituto Feminista para a Democracia, nos manifestamos em defesa da ação política feminista para enfrentar o patriarcado racista capitalista, sistemas sangrentos que nos violam, nos matam e precarizam as vidas de nós mulheres! 

Organizações que atuam na luta em defesa dos Direitos Humanos no Brasil, entre elas o SOS Corpo, lançaram manifestação sobre fala da Ministra Damares nas Nações Unidas CDH49 ONU, que divulgou falsas informações sobre a situação dos direitos humanos no país.

Na Colômbia, as feministas alcançaram um progresso sem precedentes em toda a região latino-americana: a despenalização do aborto até a 24ª semana de gestação. Uma conquista transgressora que permite que as mulheres sejam as que decidam seus destinos.

Pela vida das mulheres do campo da cidade da floresta e das águas. Bolsonaro nunca mais. Por um Brasil sem machismo, sem racismo, sem LGBTfobia e sem fome. Basta de abusos! #PelaVidaDasMulheres #8M #8deMarço #AMBNo8deMarço #BolsonaroNuncaMais #ForaBolsonaroeMourao #Democracia

Ocupado desde o último dia 30 de janeiro, o antigo prédio do CSU tem ganhado vida, ação, luta e sonhos, depois de quase duas décadas de abandono pelo Estado. A luta é em defesa do direito à cidade contra a especulação imobiliária!

Caleidoscópio, curso que integra o nosso Plano Anual de Formação, foi realizado nos dias 18 e 19 de novembro do ano passado com o tema “Viver Sem Violência é um Direito de Todas as Mulheres!”, refletiu sobre as questões que envolvem o vertiginoso aumento da violência contra as mulheres no Brasil nos últimos anos. Acesse para ver as vídeo-aulas!