Já que a pandemia do coronavírus e o pandemônio do governo Bolsonaro/Mourão nos impede de estar ocupando as ruas, as organizações, movimentos, coletivos e redes feministas estão promovendo ao longo do dia, ações virtuais que marcam este dia de luta! Eles tentam, mas não podem nos silenciar!

4

A Articulação de Mulheres Brasileiras lança neste 8 de março de 2021 um manifesto de denúncia e de enfrentamento ao descaso do governo Bolsonaro/Mourão, que por omissão, tem ampliado as desigualdades sociais, as condições precárias da vida de milhões de mulheres e suas famílias em todo o país. #FORABOLSONAROEMOURÃO #8M2021

No marco de 8 de março, compartilhamos a sentença do II Tribunal de Justiça e Direitos das Mulheres Panamazônicas que no processo do IX FOSPA se pronunciou sobre as violações dos direitos das mulheres indígenas no Brasil, Colômbia e Peru exigem pronta ação dos Estados.

Realizado em outubro de 2020, como processo prévio ao IX FOSPA, o II Tribunal Ético de Justiça e Direitos das Mulheres Panamazônicas e Andinas apresentou casos de violação de direitos humanos das mulheres e comunidades em territórios da Amazônia no Brasil, Perú e Colômbia.

Convidada pelo Movimento de Mulheres Camponesas para o lançamento da publicação que traz reflexões sobre o Feminismo Camponês Popular, Maria Betânia Ávila tece impressões sobre o livro, que é uma elaboração que se torna importante para a história do movimento feminista brasileiro.

Convocado pela Coalizão Negra Por Direitos, o Ato Nacional por Comida e por Vacina acontece na próxima quinta-feira, 18 de fevereiro, em frente às Câmaras Municipais e às Assembleias Legislativas em todo o Brasil.