1

Que mundo é esse que nos fez chegar nesse estado de coisas? Uma pandemia incontrolável e veloz avança sobre a vida humana, em escala global. O poder do vírus desafia a ciência, os Estados-nação, as entidades multilaterais. O assombro do mundo vem dos sucessivos anúncios, mesmo nos países do Norte, da incapacidade de salvar vidas e evitar o número de mortes diárias e as imagens terríveis que se espalham velozmente.

Manifesto da Coalizão Negra Por Direitos, organização autônoma que reúne diversas organizações do movimento negro, lança manifesto que exige a erradicação do Racismo como prática genocida contra a população negra no Brasil.

Toni Morrison, escritora norte-americana, analisou a capacidade do fascismo se infiltrar em qualquer estrutura. Com tentáculos patriarcais e racistas, ele domestica corpos — e visa eliminar aqueles que o ameaçam. Por isso é, hoje, nosso principal inimigo. Por CFEMEA, na coluna Baderna Feminista.

A segunda live do SOS Corpo reuniu diferentes movimentos sociais que debateram as saídas que estão sendo construídas pela sociedade civil no enfrentamento da crise provocada pelo coronavírus e pelo governo Bolsonaro. Assista!

Live do SOS Corpo na próxima terça (9), às 16h, terá a presença de diferentes segmentos dos movimentos sociais para discutir quais as saídas possíveis para a crise e os caminhos para derrubar o governo Bolsonaro

O episódio 31 do programa ‘A Casa é Sua’ mostra a articulação de diferentes organizações feministas que estão na campanha pela cassação da chapa Bolsonaro/Mourão e a realização de novas eleições. Assista e assine você também a petição! #CassaChapaTSE #ForaBolsonaroeMourão

Corrente em que surfou presidente é antiga e tem raízes profundas: autoritarismo, machismo, concentração de terras, escravidão. Mas pandemia impulsionou debates sobre novos projetos — serão capazes de levantar uma nova onda de resistência?

Tem como manter um governo que se elegeu com ABUSO de poder econômico e disseminação de #desinformação (fake news)? Este governo que coloca em risco a vida do povo, cultua a morte e tem inclinações ditatoriais PRECISA ACABAR!

No dia 27 de maio, quarta que vem, vai ser votado no STJ se o caso Marielle vai passar a ser investigado pela Polícia Federal. Justo nesse momento onde vimos denúncias de que o presidente Jair Bolsonaro teve o interesse em interferir na Polícia Federal do Rio de Janeiro para blindar, supostamente, sua família de investigações.