Primeira noite de Diálogos Impertinentes debate as questões históricas que marcam a luta das trabalhadoras domésticas no Brasil

Nesta quarta-feira, dia 14 de outubro, às 19h, acontece a primeira transmissão do Diálogos Impertinentes, atividade do SOS Corpo que estreia neste mês de outubro, com três noites de debates sobre o Trabalho Doméstico no Brasil. Como parte da programação do Centro Cultural Feminista do SOS Corpo, a primeira noite do Diálogos Impertinentes será transmitida ao vivo, e conta com as presenças confirmadas de Creuza Oliveira e Maria Betânia Ávila, que vão dialogar sobre questões histórico-políticas que marcam o trabalho doméstico e a organização das trabalhadoras domésticas no Brasil.

A luta política da categoria das trabalhadoras domésticas, o sentido, as práticas e as relações sociais de raça, classe e gênero que conformam o campo do trabalho doméstico remunerado e não remunerado no Brasil, são elementos-chave para entender as relações e as dinâmicas que estruturam a formação social brasileira. Sobretudo o trabalho doméstico remunerado, que tem forte implicação da dominação/exploração patriarcal e racista e é central para entendermos o desenvolvimento de uma sociedade que tem profundas heranças coloniais, que estão presentes até os dias atuais.

As questões históricas que atravessam essa luta, as estruturas de poder que determinam o movimento contraditório entre cidadania e servidão, o qual revela a centralidade das trabalhadoras domésticas na luta por democracia, são alguns dos pontos que o Diálogos Impertinentes pretende abordar na primeira noite do ciclo, que terá continuação nos dias 21 e 28 de outubro.

Para esta primeira noite convidamos Creuza Oliveira, ex-trabalhadora doméstica e uma referência política nas lutas por reconhecimento da categoria. Creuza Oliveira está presidenta do Sindicato dos Trabalhadores Domésticos da Bahia (Sindoméstico/BA), é Secretária-Geral da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (FENATRAD), militante do Movimento Negro Unificado, militante sindicalista que tem atuação fundamental na organização das trabalhadoras domésticas e uma referência do movimento de mulheres negras no Brasil.

Para dialogar com Creuza Oliveira, convidamos de Maria Betânia Ávila, educadora e pesquisadora do SOS Corpo, militante feminista da Articulação de Mulheres Brasileiras e da Articulación Feminista Marcosur. Betânia Ávila é uma das fundadoras do SOS Corpo, Instituto que desde a sua fundação há 39 anos, assim como a pesquisadora, tem trabalhado em ações políticas, de educação e pesquisa com as trabalhadoras domésticas em Pernambuco e outras regiões do país e da América Latina.

O Diálogos Impertinentes será transmitido ao vivo em nossos canais no no Youtube (https://www.youtube.com/user/SOSCORPOINSTFEMINIST), Facebook (https://www.facebook.com/lutafeminista) e Twitter (https://twitter.com/lutafeminista). Todos os debates terão acessibilidade comunicacional, com interpretação em libras.

Para mais informações sobre a programação completa, acesse: https://soscorpo.org/?p=12575

Não perca!

Deixe uma resposta

Next Post

Como fortalecer candidaturas de mulheres negras?

ter out 13 , 2020
A programa desta semana vai discutir mulheres na política e, especialmente, mulheres negras na política e os desdobramentos que isso representa no combate ao racismo estrutural.
Instagram did not return a 200.
%d blogueiros gostam disto: