Maria Betânia Ávila (SOSCorpo), Márcia Leite (UNICAMP), Cristiane Soares (IBGE), se reuniram com as professoras Hildete Melo e Maria Cristina Rodrigues (UFRJ) para refletir sobre os elementos em torno da pandemia que revelam como as mulheres estão no centro da pauperização do trabalho no atual contexto, mas também das respostas para atravessá-la.

Já em 2019, o percentual de mulheres sem renda chegava a 39,8%. Segundo dados do Observatório para a Igualdade e Não Discriminação do Centro de Documentação e Estudos, a pandemia afetou principalmente o emprego feminino. Os dois setores que mais concentram as mulheres, o trabalho autônomo e o trabalho doméstico remunerado, sofreram quedas significativas.

Acontece nesta terça-feira (23), às 17h pelo facebook do Núcleo de Pesquisa Arquivo de Memória Operária do rio de Janeiro, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (AMOR/UFRJ), debate sobre Mulheres, Trabalho e Pandemia, que faz parte da campanha Mulheres Por Justiça Social e Democracia.

Já que a pandemia do coronavírus e o pandemônio do governo Bolsonaro/Mourão nos impede de estar ocupando as ruas, as organizações, movimentos, coletivos e redes feministas estão promovendo ao longo do dia, ações virtuais que marcam este dia de luta! Eles tentam, mas não podem nos silenciar!

Com as presenças confirmadas de Chirlene dos Santos (Sintrad/PB) e Verônica Ferreira (SOS Copo), segunda noite de Diálogos Impertinentes abordará questões ligadas às condições sociais, de trabalho e as contradições vivenciadas pelas trabalhadoras domésticas em contexto de crise sanitária da Covid-19. Não perca!

2

Atividade que estreou na última quarta-feira (14), primeira noite do Diálogos Impertinentes teve Creuza Oliveira e Maria Betânia Ávila abordando as desigualdades históricas que formam a sociedade brasileira e o movimento político de organização das trabalhadoras domésticas que lutam há 80 anos em defesa de seus direitos

1

Nos dias 14, 21 e 28 de outubro, o SOS Corpo realiza debates, com transmissão pela internet, para discutir as contradições do trabalho doméstico, as conquistas e as lutas da organização das trabalhadoras domésticas no Brasil. Anota na agenda para não perder!

Vídeo da campanha “Cuida de Quem te Cuida”, da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas é uma ação que reúne depoimentos de trabalhadoras e tem o objetivo de arrecadar doações de milhares de domésticas que estão desempregadas. Assista e contribua!

Personagem do Cirandeiras Podcast publicado no último 13 de maio, Lenira Carvalho foi uma das fundadoras do sindicato das trabalhadoras domésticas do Recife. No episódio, que teve a participação de Maria Betânia Ávila, Lenira conta sua história e aponta o que espera para o futuro.

Em meio à pandemia, que no Brasil já acumula mais de 14 mil mortes, estados e municípios publicam decretos incluindo o trabalho doméstico como atividade essencial, em equivalência a bancos e mercados. Precisamos impedir esse absurdo! Faça sua pressão agora no site: http://www.cuidadequemtecuida.bonde.org/