As contradições e tensões em torno do trabalho produtivo e o trabalho de cuidados das mulheres foi tema da atividade político-cultural do SOS Corpo, que marcou ainda o lançamento da publicação “Trabalhadoras Domésticas: Conflito na Luta por Direitos”, da pesquisadora e educadora Rivane Arantes.

No dia 02 de março, na Ação Cultural “Qual a força do feminismo em 2023?”, mais de 60 mulheres de diferentes organizações e movimentos feministas da cidade chegaram a uma análise em comum: precisamos radicalizar nossas lutas para enfrentar os desafios postos pela conjuntura!