SOS Corpo abre chamada para Apoio a Projetos de Coletivos de Mulheres de Pernambuco

Com período de inscrições de 24 de novembro a 16 de dezembro de 2022, a iniciativa é uma parceria do SOS Corpo com a Fundação Open Society e pretende apoiar grupos e coletivos de mulheres populares, negras, indígenas, quilombolas, jovens, LBT’s e de mulheres com deficiência.

O SOS Corpo Instituto Feminista para a Democracia, em parceria com a Fundação Open Society, abre esta chamada para Apoio a Projetos de Coletivos de Mulheres de Pernambuco. As inscrições começam nesta quinta-feira, 24 de novembro, e se encerram no dia 16 de dezembro de 2022. A chamada pretende apoiar grupos e coletivos de mulheres populares, negras, indígenas, quilombolas, jovens, LBT’s e de mulheres com deficiência. Serão apoiados projetos de abrangência local e regional, que envolvem ações nos bairros e comunidades, assim como em grandes regiões do estado. Serão financiados projetos de abrangência local de até R$ 15 mil e projetos de abrangência regional entre R$ 15 mil até R$ 30 mil.

O objetivo desta iniciativa é contribuir para o fortalecimento político do movimento de mulheres e feminista no estado de Pernambuco, através do apoio financeiro aos processos de auto organização, às ações de incidência política e às lutas concretas de grupos e coletivos. Ela se insere no processo de democratização de acesso a recursos, sendo uma ação ocasional de apoio temporário a projetos de curta duração.

Leia a Chamada para Apoio Financeiro a Projetos de Coletivos de Mulheres de Pernambuco abaixo ou baixe aqui:

Diante do contexto pós-eleitoral, é imprescindível que o movimento feminista mostre sua força e construa suas estratégias para incidir na atual conjuntura. Essa é a principal motivação que nos levou a pensar essa chamada, porque acreditamos que os movimentos de mulheres que lutam pela transformação social provocam mudanças nas condições de vida das mulheres e da sociedade em geral.

Buscamos ainda, fortalecer a capacidade de ação e resistência desses grupos organizados , suas articulações nos processos de luta comuns e sua capacidade de estabelecer redes, ampliar alianças e promover o apoio da sociedade à tarefa de enfrentamento das desigualdades e dos desafios colocados para nós mulheres nesse contexto de crise política, econômica e social.

Serão valorizados projetos que:

  • Envolvam a articulação e atuação conjunta entre organizações de mulheres cujas ações visam mudanças sociais; 
  • Sejam apresentados por uma organização autônoma de mulheres que dê importância a participação e às causas das mulheres populares, negras, indígenas, quilombolas, jovens, LBT’s e de mulheres com deficiência;
  • Enfrentam as diferentes formas de racismo e as problemáticas que as mulheres negras, populares, indígenas, quilombolas, jovens, mulheres com deficiência e LBT’s vivenciam no seu dia a dia; 
  • Contribuam para a construção de uma consciência coletiva crítica e feminista; 
  • Fortaleçam a organização e as lutas das mulheres construindo autonomia, capacidade de interlocução, ação e legitimação como sujeitos políticos no plano local, regional e estadual; 

Financiamento

A iniciativa poderá financiar custos com diárias, logística, recursos pedagógicos, aquisição de instrumentos musicais, roupas e maquiagem para teatro e pagamentos de prestação de serviços de pessoa jurídica (MEI).

Elaboração dos projetos

Para solicitar este apoio, as organizações de mulheres deverão preencher o roteiro, anexo I da Chamada. Ambos os documentos podem ser baixados clicando abaixo:

Chamada para Apoio Financeiro a Projetos de Coletivos de Mulheres de Pernambuco <<< clique para baixar

Roteiro – Anexo I <<< clique para baixar

ATENÇÃO

  • Os projetos deverão ser enviados por e-mail para o endereço: fundodeapoio@soscorpo.org.br até o dia 16 de dezembro de 2022, postando no assunto – Projeto para Seleção de Apoio a Coletivos de Mulheres
  • As dúvidas e os pedidos de esclarecimento sobre esta iniciativa poderão ser enviadas até o dia 04 de dezembro de 2022 para o e-mail fundodeapoio@soscorpo.org.br, postando no assunto – Solicitação de Informação/Dúvida
  • Não serão apoiados projetos de pessoas, mas apenas de organizações de mulheres já constituídas e que estejam ativas no momento do lançamento deste chamada;
  • Não serão financiados projetos de produção cultural;
  • A seleção das propostas será realizada por um Comitê Político composto por integrantes do SOS Corpo e parceiras externas ao SOS Corpo; 
  • A divulgação da lista de projetos selecionados será realizada por meio eletrônico, diretamente para os e-mails das organizações de mulheres solicitantes, conforme cronograma. 

Lei Geral de Proteção de Dados

Buscando seguir o princípio da minimização da coleta de dados estabelecido na nossa Lei Geral de Proteção de Dados, o SOS CORPO coleta apenas as seguintes informações, estritamente necessárias para as referidas finalidades: https://soscorpo.org/?page_id=13169

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

Nenhuma menina ou mulher deve morrer por ter feito um aborto!

sex nov 25 , 2022
Uma menina do interior do Maranhão morreu na última segunda-feira, 23 de novembro, após a ingestão de um chá de ervas para interrupção de uma gravidez oriunda do estupro e sua mãe foi presa. Se o aborto fosse legalizado no Brasil e se os direitos humanos das mulheres fossem encarados como inalienáveis pela sociedade brasileira, por seus políticos e gestores, certamente conseguiríamos proteger a vida de tantas meninas que já se foram, assim como de muitas que ainda virão.