Como mulheres não indígenas e feministas antirracistas e anticapitalistas, unimos nossas vozes aos gritos das mulheres indígenas da Amazônia Brasileira.

Este dossiê foi realizado a partir de um acúmulo de escuta das mulheres indígenas, participantes do Fórum Social Panamazônico e do diálogo com a liderança indígena Telma Taurepang, Coordenadora Geral da União das Mulheres Indígenas da Amazônia Brasileira (UMIAB).

Se a vida já era difícil, agora estamos vivendo ficção científica ao vivo. Compartilhe sua vivência. Escreva sua história, nos envie suas reflexões, fale do que estamos vivendo, registre esses sentimentos. Pode ser áudio, vídeo, texto, poesia – a ideia é refletirmos sobre a experiência das mulheres em tempos de pandemia. Isso porque, confinadas ou expostas, temos direito à nossa história!

Instagram did not return a 200.