O dossiê “Aventura Coletiva: a influência de Danièle Kergoat e Helena Hirata nos estudos do trabalho e na luta feminista no Brasil”, publicado pela Revista de Ciências Sociais da Universidade Federal da Paraíba, conta com artigo das educadoras do SOS Corpo, Maria Betânia Ávila e Verônica Ferreira.

1

As cada vez mais precarizadas condições de trabalho e as experiências das trabalhadoras domésticas durante a pandemia foram os motes que conduziram o diálogo entre Chirlene do Santos (Sintrad/PB) e Verônica Ferreira (SOS Corpo), na segunda noite do ciclo de debates Diálogos Impertinentes. Clique para saber como foi!

Com as presenças confirmadas de Chirlene dos Santos (Sintrad/PB) e Verônica Ferreira (SOS Copo), segunda noite de Diálogos Impertinentes abordará questões ligadas às condições sociais, de trabalho e as contradições vivenciadas pelas trabalhadoras domésticas em contexto de crise sanitária da Covid-19. Não perca!

Nos dias 14, 21 e 28 de outubro, o SOS Corpo realiza debates, com transmissão pela internet, para discutir as contradições do trabalho doméstico, as conquistas e as lutas da organização das trabalhadoras domésticas no Brasil. Anota na agenda para não perder!

Traduzido para o português brasileiro e lançado em 2018 pelo selo Edições SOS Corpo, o livro Lutar, Dizem Elas… da autora referência do feminismo materialista francês, Danièle Kergoat, sendo ainda uma das autoras centrais na construção e defesa da concepção de “relações sociais de sexo”. Saiba mais e baixe agora!

Que mundo é esse que nos fez chegar nesse estado de coisas? Uma pandemia incontrolável e veloz avança sobre a vida humana, em escala global. O poder do vírus desafia a ciência, os Estados-nação, as entidades multilaterais. O assombro do mundo vem dos sucessivos anúncios, mesmo nos países do Norte, da incapacidade de salvar vidas e evitar o número de mortes diárias e as imagens terríveis que se espalham velozmente.