Neste 28 de setembro, marcada pela luta dos movimentos de mulheres e feministas do Brasil e de toda a América Latina e Caribe, a Frente Nacional Contra a Criminalização das Mulheres e pela Legalização do Aborto vem reafirmar o compromisso com a luta pela legalização e descriminalização do aborto.

Está no ar a campanha “Vote em Quem Defende a Vida e a Dignidade das Mulheres, Meninas e Pessoas que Gestam” da Frente Nacional Contra a Criminalização das Mulheres e Pela Legalização do Aborto.

1

Neste 8 de março de 2022, Dia Internacional de Luta das Mulheres, expressão da organização e luta feminista ao longo da história, nós do SOS Corpo Instituto Feminista para a Democracia, nos manifestamos em defesa da ação política feminista para enfrentar o patriarcado racista capitalista, sistemas sangrentos que nos violam, nos matam e precarizam as vidas de nós mulheres! 

Na Colômbia, as feministas alcançaram um progresso sem precedentes em toda a região latino-americana: a despenalização do aborto até a 24ª semana de gestação. Uma conquista transgressora que permite que as mulheres sejam as que decidam seus destinos.

Na próxima segunda-feira, 27 de setembro, às 19h30, no youtube do Instituto Humanidade Direitos e Democracia, acontece o debate ao vivo Legaliza já! Por nossos direitos e nossas vidas. Saiba mais no post.

1

Mais de 90 organizações e 150 ativistas da Colômbia têm se unido para eliminar o delito de aborto (consentido) do Código Penal colombiano. Esta mobilização legal está sendo liderada pelo Movimento Causa Justa[2] que recentemente apresentou uma demanda perante a Corte Constitucional colombiana para declarar inexequível o artigo 122 do Código Penal, que penaliza parcialmente o aborto no país.

1

Já imaginou, depois de estuprada, receber uma oferta do Estado de auxílio financeira para ter o bebê do estuprador? Essa é a estúpida proposta da bancada anti-cristã do Congresso Nacional, ao criar um Estudo da Gestante. Leia a Nota da Frente Nacional Contra a Criminalização das Mulheres e Pela Legalização do Aborto para entender o que está em risco.

A frente Pernambuco pela Legalização e descriminalização do aborto lançou na segunda-feira, 8 de março de 2021, um vídeo onde apresenta suas pautas de luta pela legalização ao mesmo tempo que recorda sua atuação desde 2017.

NÓS que construímos o SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia, no marco do Estado democrático de direito laico, REPUDIAMOS com toda a força de nossas vozes, a decisão da 2ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, que impediu o legítimo direito da organização feminista Católicas pelo Direito de Decidir, de utilizar o nome que lhes dá sentido e identidade desde sua origem, há 27 anos.