O avanço de desastres ambientais causados pelas mudanças climáticas soma-se a uma vida cotidianamente precária. Para conter a violência da falta de investimento em políticas urbanas para as periferias, é preciso olhar para a situação das mulheres e incluí-las como sujeito da transformação que precisa acontecer.

Na sexta-feira, dia 18 de março, a partir das 19h, o  MTST Pernambuco promove uma ação de parceria com a Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB) em atividades públicas na cidade. O debate será realizado na Ocupação Sítio dos Pescadores, com a participação de Jô Cavalcanti, das Juntas Codeputadas e Mércia Alves, do SOS Corpo. Clique e saiba mais!

Ocupado desde o último dia 30 de janeiro, o antigo prédio do CSU tem ganhado vida, ação, luta e sonhos, depois de quase duas décadas de abandono pelo Estado. A luta é em defesa do direito à cidade contra a especulação imobiliária!

No segundo episódio da série O Corpo da Cidade, do Fórum Nacional de Reforma Urbana, Carmen Silva, socióloga e educadora do SOS Corpo fala sobre como as mulheres vivem a cidade, marcada por desigualdades e por violências.

Nós, do SOS Corpo Instituto Feminista para a Democracia, manifestamos nosso total apoio às reivindicações do movimento e solidariedade às trabalhadoras e trabalhadores do MTST/PE, que não têm medo de lutar por melhores condições de vida, por moradia, por uma cidade com direitos para a coletividade e contra os privilégios para a classe dominante branca e proprietária. 

O impacto da pandemia que escancarou de maneira cruel as precárias condições de vida de milhões de famílias brasileiras, especialmente as que são chefiadas por mulheres negras, será tema da aula aberta do FNRU no próximo dia 14 de julho. Saiba mais no post!

O dia 22 de março é o dia mundial da água. Um bem comum da humanidade, um direito humano fundamental. Mas, as principais reservas, fontes naturais e subterrâneas, a exemplo do Aquífero Guarani (a maior reserva no Brasil e do mundo) sofre diários ataques e ameaças de privatização pelas grandes empresas.

No dia 17 de dezembro de 2020, a Câmara Municipal do Recife realizou, em uma sessão vergonhosa, o primeiro turno de votação do projeto do Plano Diretor da Cidade do Recife para os próximos 10 anos.

No último episódio da cobertura especial do Programa Fora da Curva Especial Projeto Adalgisas, que foi ao ar na segunda-feira (9), Maria Betânia Ávila, foi uma das convidadas para o debate do programa, que queria saber: Qual a cidade que as mulheres querem?