Depois de muito sonhar com um podcast todo nosso, finalmente estreamos para o público nosso programa de debates, entrevistas, polêmicas e outras saliências. No primeiro programa, Carmen Silva responde: “Como Democratizar a Democracia?”

Programado para esta quinta-feira (1), às 19h, debate do Iser Assessoria vai tratar sobre as perspectivas que podemos apontar o que esperar para uma sociedade no pós-pandemia. O debate conta com a presença de Carmen Silva, educadora do SOS Corpo. Agende-se!

Corporações sustentam governos que trabalham a seu serviço, destruindo confiança na Democracia. Mas foi dentro dela que conquistamos avanços importantes, e apenas uma defesa rebelde em seu nome garantirá ampliação da justiça e igualdade.

A segunda live do SOS Corpo reuniu diferentes movimentos sociais que debateram as saídas que estão sendo construídas pela sociedade civil no enfrentamento da crise provocada pelo coronavírus e pelo governo Bolsonaro. Assista!

Live do SOS Corpo na próxima terça (9), às 16h, terá a presença de diferentes segmentos dos movimentos sociais para discutir quais as saídas possíveis para a crise e os caminhos para derrubar o governo Bolsonaro

Vídeo feito pela Ação Comunitária Caranguejo Uçá mostra uma síntese dos principais momentos da programação que contou com aula pública, tarde de resistência político-cultural e os dois dias do Seminário, que reuniu pessoas dos 9 estados no nordeste.

A América Latina está em ebulição! Nessa quinta-feira (21), o movimento feminista convida a todas e todos pra gente conversar sobre isso. O debate acontece a partir das 17h na Praça da Torre, que fica na Vila Santa Luzia, em Recife. Chega mais!

O Programa Fora da Curva desta sexta-feira (01) analisou o atual cenário político da América Latina em momento de insurgências populares contra os avanços do neoliberalismo e como esse contexto afeta o Brasil. Ouça!

Com o tema “as lutas e resistências dos movimentos sociais no nordeste na disputa e construção pela democracia que queremos”, o Seminário prevê a participação de 150 pessoas de organizações populares e movimentos sociais dos 9 estados do Nordeste.