1

O pacote anti-crime proposto pelo ministro Sérgio Moro está sendo debatido no Congresso Nacional. Se ele for aprovado, o que já é muito ruim, vai piorar. É uma proposta de lei de morte para o povo preto e periférico. O movimento feminista antirracista se soma ao movimento negro e ao movimento de juventude para barrar mais essa atrocidade do governo Bolsonaro. Contra o genocídio da juventude negra, seguimos na luta.

A Plataforma dos Movimentos Sociais para a Reforma Política vem a público defender a urgência em se enfrentar as questões relativas à falta de transparência e controle social do sistema de justiça brasileiro. Os fatos só reforçam a luta da plataforma e de outras organizações pela democratização do sistema de justiça.

Pensar uma ação política unitária da esquerda e, dentro dela, das feministas para se contrapor ao avanço do neoliberalismo e dos fundamentalismos é um grande desafio e uma das tarefas prioritárias para esse campo. Refletir sobre essas questões foi o objetivo do segundo debate da série “diálogos feministas”, organizado pela Fundação Friedrich Ebert em parceria com o SOS Corpo Instituto Feminista para a Democracia.