Reportagens da TVT repercutem ataque à aldeia indígena Waiãpi

Sábado (27), o país recebeu a notícia da morte do cacique Emyra Waiãpi, no Amapá. As primeiras informações indicaram que ele havia sido morto por garimpeiros que haviam invadido a terra. Nesta segunda-feira (29), a repercussão nacional e internacional foi grande. Ainda assim, o presidente Jair Bolsonaro disse que “quer legalizar o garimpo”.

Índio é assassinado no Amapá e Bolsonaro quer legalizar o garimpo. Fonte: Seu Jornal TVT.

Indígenas exigem providências contra ataque à aldeia no Amapá

A Funai, a PM e a Polícia Federal investigam a invasão de um grupo armado à aldeia indígena Waiãpi, em Pedra Branca do Amapari, no Amapá, na madrugada de sexta para sábado. Foi o segundo ataque na mesma semana – dias antes, o lider Emyra Waiãpi havia sido assassinado pelo mesmo grupo.

URGENTE | RELATO DE TERROR NA TERRA INDÍGENA WAJÃPI. Fonte: Mídia Ninja

Foto de capa: Victor Moriyama.

Deixe uma resposta

Next Post

Margaridas seguem em marcha por acesso à terra, direito à água e em defesa da agroecologia

ter jul 30 , 2019
Já imaginou um Brasil em que todas as famílias agricultoras tivessem direito à terra e à água, com liberdade e autonomia para plantar como quisessem? Agora imagina se essas mesmas famílias pudessem alimentar todo o país com comida de verdade, sem veneno, respeitando a vida e o meio ambiente.
Instagram did not return a 200.
%d blogueiros gostam disto: