Para onde formos em 2021, seremos resistência e iremos juntas

Podemos estar separadas por rios, mas unidas por um grande mar. Somos a força das águas quando se juntam! Temos certeza de que não importa para onde formos, o que importa é que seremos resistência e estaremos juntas!

🌈 No finalzinho desse ano louco, deixamos para as companheiras a publicação Para onde Vamos? Feminismo como Movimento Social. O lançamento da publicação foi uma dose de esperança, fôlego do conhecimento das experiências das mulheres organizadas e uma provocação para a luta!

🌪️ Nesse redemoinho que foi 2021, estivemos e continuamos desafiadas a não deixar que o isolamento imposto pela pandemia, o individualismo a que nos instiga o capitalismo e a descorporificação da vida pela virtualidade fortaleçam os muros que nos separam e hierarquizam. E que não detenham nossa capacidade e vontade, pois a luta a qual nos dispomos a fazer juntas é urgente: por nossa sobrevivência, por nossa memória e pelo direito à verdade. A luta pelos comuns é pela nossa própria natureza e existência!

🌊 Podemos estar separadas por rios, mas unidas por um grande mar. Somos a força das águas quando se juntam! Temos certeza de que não importa para onde formos, o que importa é que seremos resistência e estaremos juntas!

🤸🏾‍♀️ _O SOS Corpo começa hoje, 19 de dezembro, um merecido recesso. Retornaremos às atividades institucionais no dia 18 de janeiro.

Deixamos para vocês nossas dicas para as férias

📎 Publicação Para onde vamos? Feminismo como Movimento Social
https://soscorpo.org/?p=13248

📎 Live de lançamento do livro com participação das autoras
https://youtu.be/I0sDDKAkv54

Equipe SOS Corpo Instituto Feminista para a Democracia
www.soscorpo.org.br

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Next Post

A tragédia da aprovação do novo Plano Diretor do Recife precisa ser interrompida!

dom dez 20 , 2020
No dia 17 de dezembro de 2020, a Câmara Municipal do Recife realizou, em uma sessão vergonhosa, o primeiro turno de votação do projeto do Plano Diretor da Cidade do Recife para os próximos 10 anos.