URGENTE! A investigação do caso Marielle e Anderson não pode ser interrompida!

Nas últimas semanas, denúncias apontaram indícios concretos de que o Presidente da República tentou interferir na Polícia Federal do Rio de Janeiro para blindar sua família de investigações. Pra piorar, nas últimas 48 horas, surgiu a notícia de que Flávio Bolsonaro recebeu informações privilegiadas da Polícia Federal para alertar o deputado sobre a investigação de esquema de corrupção em seu gabinete.

E é nesse cenário que, na quarta que vem, dia 27 de maio, o STJ vai votar se o caso Marielle e Anderson vai passar a ser investigado pela Polícia Federal.Já são dois anos sem respostas, em uma luta longa, dura e dolorosa pra tentar saber quem mandou matar Marielle e por quê. Como se não bastasse todo o esforço, estão tentando fazer com que a investigação do caso fique ainda mais distante de se concluir.

Por isso, as companheiras de Marielle e Anderson, Monica Benicio e Agatha Reis, o Instituto Marielle Franco, dirigida pela família de Marielle, e a Coalizão Negra por Direitos, com mais de 150 movimentos e organizações negras, com o apoio de dezenas de organizações da sociedade civil lançaram uma mobilização contra a federalização!Mas precisamos mostrar que somos milhares de pessoas que não confiam na federalização do caso. Temos pouco tempo para agir!

Assine e mostre seu apoio! https://www.federalizacaonao.org/

Deixe uma resposta

Next Post

[Podcast] Pandemia nas casas - Uma conversa com Lenira Carvalho

qua maio 20 , 2020
Personagem do Cirandeiras Podcast publicado no último 13 de maio, Lenira Carvalho foi uma das fundadoras do sindicato das trabalhadoras domésticas do Recife. No episódio, que teve a participação de Maria Betânia Ávila, Lenira conta sua história e aponta o que espera para o futuro.
Instagram did not return a 200.
%d blogueiros gostam disto: