• Home »
  • #lutafeminista »
  • Divulgando as “Condições de vida das mulheres negras em Pernambuco” – um breve levantamento

Divulgando as “Condições de vida das mulheres negras em Pernambuco” – um breve levantamento

capa estudo CondMulheresNegrasPara contribuir com a luta das mulheres negras, em Pernambuco e no Brasil, na difícil ação de denúncia e enfrentamento ao racismo, compilamos e colocamos à disposição este breve levantamento das Condições de Vida das Mulheres Negras em Pernambuco.

Produzido por  Mônica Oliveira, Consultora em Relações Raciais e ativista negra, o levantamento foi realizado em diálogo com a equipe do SOS Corpo; e a colaboração de outras “sujeitas” negras que compartilharam seus saberes na forma de dados, informações e percepções, sem os quais este trabalho não seria possível: Sony Santos, da Gerência de Saúde da População Negra do Recife, e Valdeci Maria da Silva Oliveira, coordenadora da Associação Quilombola de Conceição das Crioulas, ativistas negras que fazem da luta antirracista seu fazer político-profissional. A elas, nossa sincera gratidão. De modo especial agradecemos também a colaboração do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), cuja produção e disponibilização dos dados subsidiaram quase 80% deste trabalho, que foram para nós levantados e organizados pelo pesquisador Antonio Teixeira de Lima Jr. da equipe desse Instituto de pesquisa.

Nós do SOS Corpo, como instituto de pesquisa feminista e antirracista, temos o compromisso de enfrentar a lacuna na produção de dados oficiais que revelem as condições de vida das mulheres negras em Pernambuco, uma das circunstâncias que encobrem e reproduzem as relações de desigualdade raciais.

Baixe aqui o levantamento
[Texto extraído da apresentação da publicação eletrônica, assinada por Rivane Arantes, SOS Corpo] / [Capa: Paula de Andrade, SOS Corpo]