Abertas as inscrições para Seminário sobre Feminismo e a Questão Democrática

Nos dias 29 e 30 de novembro será realizado um novo ciclo de debates sobre os rumos da democracia no Brasil e o papel do feminismo na invenção e construção de alternativas para este momento tão desafiante para a esquerda brasileira. O primeiro dia faremos uma leitura da conjuntura em perspectiva histórica, resgatando a memória e os caminhos da luta no passado para analisar como continuar resistindo. O segundo dia será de exposições e análises sobre as vivências cotidianas dos enfrentamento que têm sido realizados com força nas periferias brasileiras e que estão transformando a reação democrática no Brasil.

Este ciclo de debates sobre Feminismo e a Questão Democrática, promovido pelo SOS Corpo, tem acontecido desde abril e chega agora a sua terceira edição. No primeiro encontro, que aconteceu no dia em que foi decretada a prisão do ex-presidente Lula, foi necessário colocar em questão a própria democracia, tão limitada nesta sociedade brasileira desigual, patriarcal, racista. Também refletimos sobre os perigos, ameaças e desafios que esta conjuntura traz para a organização e atuação da esquerda no Brasil, principalmente às populações negras, quilombolas, indígenas e de periferias urbanas. Este agora é um momento em que é necessário revisar nossa história, através da experiência daqueles que viveram o momento de fechamento militar do regime político, e também de celebrar e aprender com a visão daquelas que estão organizando e estudando esse momento pulsante do feminismo negro e feminismo jovem.

Inscreva-se já:

 

https://goo.gl/forms/r2TJbTxigqofLRKH2

 

Programação completa:

 

QUINTA | 29 de novembro, 19h às 21:00h
Memória e caminhos da resistência:
uma leitura da conjuntura em perspectiva histórica

Vera Baroni, ativista da Rede de Mulheres de Terreiro e da Uiala Mukaji Sociedade das Mulheres Negras de Pernambuco
Túlio Velho Barreto, Cientista Político e Pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco
Maria Betânia Ávila
, ativista da Articulação de Mulheres Brasileiras e pesquisadora do SOS Corpo

 

SEXTA | 30 de novembro 19h às 21:00h
Cotidiano e ativismo feminista
em tempos sombrios 

Gilmara Santana, Moradora do Cabo de Santo Agostinho, articuladora da ANJF – Articulação Nacional de Negras Jovens Feministas e estudante de serviço social da UFPE
Raylka Franklin, ativista do Fórum Cearense de Mulheres e Articulação de Mulheres Brasileiras
Tatiana Oliveira, pesquisadora pós-doutora vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPGRI/UERJ), doutora em Ciência Política pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP/UERJ)

 

Mais informações:
Ligue para (81) 3087 2086 ou envie um e-mail para comunicacao@soscorpo.org.br