Contra o racismo, resistência das mulheres negras

Aconteceu na Câmara Municipal de Natal nesta terça, 21 de maio, uma Sessão Solene em celebração à resistência das mulheres negras. A solenidade foi uma realização do Coletivo Leila Diniz, Articulação de Mulheres Brasileiras (AMB) junto com o mandato da Vereadora Divaneide (PT-Natal).

“Quando eu disse, em meu discurso de posse, que não chegava à Câmara Municipal de Natal sozinha, muita gente encarou essas palavras como um artifício retórico.
A Sessão Solene A Resistência das Mulheres Negras, que o nosso mandato realizou ontem naquela Casa legislativa, foi uma mostra prática do que eu estava dizendo.

A atividade, feita em parceria com o Coletivo Leila Diniz e a Articulação de Mulheres Brasileiras, AMB, ocupou o plenário e as galerias do nosso parlamento municipal com mais de 200 mulheres de várias origens e atuações sociais e políticas. Elas foram ver outras 30 mulheres negras serem homenageadas por suas lutas diárias contra o racismo, o machismo e o preconceito em espaços historicamente negados ao povo preto, como a universidade, a curadoria de livros, os concursos de beleza, a luta política, entre outros. A luta de Marielle também foi lembrada com a entrega de placas em sua homenagem.

📸 Acesse todas as fotos: https://is.gd/jsCD1H

No movimento social, a gente diz que quando as pretas se juntam (e lutam), a estrutura do mundo se move. E foi exatamente isso que aconteceu ontem. A força da nossa solenidade, que trouxe os tambores e a mística da Nação Zamberacatu, literalmente fizeram a Câmara Municipal de Natal tremer.

Foi um recado claro a esse espaço institucional que ainda é impregnado por uma forma de fazer política que ou tenta nos invisibilizar ou minimizar a importância das nossas pautas: as mulheres pretas agora tem vez no parlamento de Natal. Não nos calarão. O racismo não passará.