• Home »
  • #lutafeminista »
  • Turbantaço em Jaboatão dos Guararapes (PE): para enfrentar a intolerância religiosa, o racismo e o machismo.

Turbantaço em Jaboatão dos Guararapes (PE): para enfrentar a intolerância religiosa, o racismo e o machismo.

Por Nathalia D’Emery

Já tem programação para tarde do próximo domingo?

Dia 26, acontece no Monte dos Guararapes, em Jaboatão, o segundo Turbantaço, onde mulheres ensinam para outras como usar um turbante. O encontro é uma realização do Coletivo de Mulheres do Jaboatão e do Fórum de Mulheres do Jaboatão. O Turbantaço está articulado com a Marcha das Mulheres Negras e integra a programação do Julho das Pretas.

Para Neide Silveira, uma das organizadoras do Turbantaço, o encontro propõe trabalhar a questão da intolerância religiosa, além de aproximar as mulheres na luta pelo enfrentamento ao racismo, ao machismo e à violência doméstica. “Queremos também fortalecer a luta pela igualdade de direitos. Empoderar as mulheres quanto ao respeito ao cabelo crespo. Valorizar e respeitar nossa cor, soltando nossos cabelos e prendendo o racismo”, comenta Neide.

Vai ser uma tarde cheia de alegria, energia boa e sessão de fotos, ao som de maracatu. Tudo isso a partir das 14h. As mulheres que tiverem turbantes, lenços e/ou tecidos coloridos podem levá-los, mas isto não é um critério obrigatório para participar do encontro.

Lembrando que o Turbantaço no Monte dos Guararapes acontece um dia depois do Dia da Mulher Negra Latinoamericana e Caribenha (25 de julho).

Nas fotos, você confere o registro do primeiro Turbantaço, em novembro de 2014.

IMG_4077

IMG_4078

IMG_4076

IMG_4074