Prêmio destaca luta de mulheres por igualdade de direitos

940707-entrega de premiodsc_8765

 

O Prêmio Rose Marie Muraro – Mulheres Feministas Históricas, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, que foi entregue hoje, em Brasília, destaca a contribuição das mulheres idosas para a construção de um país com igualdade de gênero e busca reconhecer brasileiras que lutaram (e lutam) no sentido de ampliar a cidadania para as mulheres.

O nome do prêmio homenageia a escritora feminista Rose Marie Muraro, declarada patrona do feminismo nacional em 2005. A ministra Eleonora Menicucci, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, destacou a importância de Rose Marie, falecida neste ano (2014), e parabenizou as premiadas. “A história de Rose fez, e fará muito, por nós. E cada uma de vocês tem uma história de contribuição para a sociedade”, afirmou.

Entre as homenageadas, uma das fundadoras do Sindicato das Trabalhadoras Domésticas de Pernambuco, Lenira Maria de Carvalho, e a militante política Clara Charf, que integrou o Partido Comunista Brasileiro e fundou, em 2003, a Associação Mulheres pela Paz. Moema Viezzer, fundadora da Rede Mulher de Educação, em São Paulo, também foi homenageada, juntamente com Mireya Soárez e Neuma Aguiar.

Com informações de Yara Aquino – Repórter da Agência Brasil Edição: Denise Griesinger