O amor só dura em liberdade

O seu amor
Ame-o e deixe-o
Livre para amar
Ir aonde quiser

O seu amor
Ame-o e deixe-o brincar
Ame-o e deixe-o correr
Ame-o e deixe-o cansar
Ame-o e deixe-o dormir em paz

O seu amor
Ame-o e deixe-o
Ser o que ele é

Para todos os amores que ousam dizer o seu nome, para os amores que beijam em praça pública, para ousar pensar e fazer amor de uma forma antissistêmica, revolucionária, para os que se dispõem a construir amores verdadeiramente livres, este é um convite para pensarmos juntxs as nossas práticas amorosas. Através de poesias, músicas e provocações sensuais sobre amor e liberdade, a roda começa com a intimidade da fala e se encaminha para a libertinagem da dança.

SARRAU DE AMOR E LIBERDADE

Centro Cultural Feminista do SOS Corpo
18 de Junho, terça-feira
A partir das 19h
Rua Real da Torre, 593.