Marilena Chauí fala sobre o desmonte da República brasileira e o fascismo da classe média

Marilena Chauí é professora emérita da Universidade de São Paulo. Sua carreira acadêmica está vinculada a USP: Iniciou na faculdade em 1960. O mestrado veio em 1967, mesmo ano em que começou a lecionar na universidade. Em 1971, defendeu sua tese de doutorado e, em 1977, sua livre-docência. “A Nervura do Real”, transformada em livro ganhador do Prêmio Jabuti. Sua produção bibliográfica é enorme, com destaque para “A Nervura do Real”, “Convite à Filosofia”, destinado a estudantes do ensino médio, e “Introdução à História da Filosofia”. Em 2017, Marilena recebeu novamente o Jabuti, desta vez por “A Nervura do Real II”. Ligada historicamente ao Partido dos Trabalhadores, Marilena Chauí foi Secretária Municipal de Cultura de São Paulo durante a gestão Luiza Erundina.