#Margaridas2015 – “Queremos novo marco regulatório para as comunicações no Brasil”

2marcha das marg vista do ministério das comunicações

Por Paula de Andrade

A foto, do ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, é maravilhosa. Os olhos veem o que não sairá nos grandes meios de comunicação do país. Mas as Margaridas também querem uma Lei de Mídia Democrática! Está na pauta de reivindicações enviada para o Governo Dilma (p.23):

“Pela aprovação de um novo marco regulatório para as comunicações no Brasil, que garanta a liberdade de expressão e o direito à comunicação a todos e todas; fomente a diversidade e a pluralidade de conteúdo; esteja adequado ao cenário de convergência tecnológica e estabeleça limites à concentração, inibindo a formação de oligopólios nos meios de comunicação.”

E na pauta enviada ao Congresso Nacional, as Margaridas reivindicam:

– Ampliar o acesso à educação, à cultura, ao lazer e às tecnologias de informação e comunicação para as jovens mulheres do campo, da floresta e das águas, como mecanismos de combate às práticas não sexistas;

– Realizar campanhas e formações permanentes de enfrentamento à violência contra as mulheres, utilizando todos os meios de comunicação e em especial os que chegam às mulheres rurais, como as rádios comunitárias;

– Manter campanhas permanentes nos meios de comunicação esclarecendo e buscando desconstruir a concepção de descrédito na mulher idosa;

– Concluir a instalação, manutenção, e funcionamento da política de telecentros nas comunidades de populações das florestas, marés e das águas, facilitando o acesso à comunicação, informação, formação e participação em teleconferências, cursos à distância e demais eventos afins para as mulheres das marés e das águas;

– Garantir estrutura básica para atendimento das mulheres das águas e das florestas como: transporte, barco a motor, medicamentos, comunicação (rádio ou telefone), combustível para os pólos bases;

– Registrar e divulgar as práticas alimentares e a culinária indígena, através de meios de comunicação audiovisual e escrita.

Assista a transmissão da grande mobilização das Margaridas2015: https://youtu.be/XPNVez2Gtic