• Home »
  • agenda »
  • Cirandas e Redes para enfrentar a violência no interior de Pernambuco

Cirandas e Redes para enfrentar a violência no interior de Pernambuco

Ciranda é uma dança em roda muito comum no nordeste. É um fluxo contínuo de energia, pra dentro e pra fora, circulando pelos corpos que se encontram na roda, próximos o suficiente para estarem juntos e, ao mesmo tempo, longe ao ponto de se entrelaçar apenas pelas mãos. A ciranda é como o movimento feminista: tem momentos de grande força coletiva, capaz de impulsionar nossas lutas e arrancar algumas conquistas do sistema que nos oprime, e tem outros momentos em que parece tão frágil, nos quais ficamos juntas resistindo, mas, mesmo assim, ele nos toca no mais profundo de nós mesmas. Quem participa sabe.

Com as cirandas na cabeça, a equipe do SOS Corpo começou em 2014 um processo de fortalecimento dos grupos feministas da região da Zona da Mata Sul de Pernambuco para o enfrentamento da violência contra as mulheres. O processo se estendeu até 2017. Foram três anos de discussões sobre a junto às militantes dos coletivos da Articulação de Mulheres da Mata Sul, nos municípios de Joaquim Nabuco, Catende, Palmares (distrito de Serro Azul) e Água Preta. Mulheres que vivem em situação de pobreza, majoritariamente negras, adultas e com reduzida escolaridade, mas resistindo às diversas faces da violência que atinge os municípios do interior do Nordeste de uma maneira avassaladora.

O desafio das mulheres da Zona da Mata Sul: tecer uma rede pelo fim da violência praticada contra elas. Uma rede de solidariedade e ao mesmo tempo de resistência. Quando começamos, alguns ainda não eram grupos, eram apenas uma intenção; outros já tinham uma longa trajetória, mas precisavam se fortalecer. Essa experiência foi sistematizada e agora chega a público através do livro Cirandas Feministas, escrito pelas próprias militantes. O livro será lançado quinta-feira, 1 de março, às 10 horas, na Biblioteca Pública Municipal Fenelon Barreto, no município de Palmares, Mata Sul de Pernambuco.

lançamento zm

Lançamento do livro
Cirandas Feministas na Zona da Mata Sul

Quando? Quinta-feira, 1 de março, às 10 horas
Onde? Biblioteca Pública Municipal Fenelon Barreto – Palmares, Mata Sul de Pernambuco.

 

 

 

Capa Cirandas-1Cirandas Feministas Zona da Mata Sul

Sistematização do processo de formação, fortalecimento para o enfrentamento à violência contra as mulheres e acompanhamento pelo SOS Corpo aos grupos feministas da Articulação de Mulheres da Zona da Mata Sul no período de 2014 a 2017.

Baixe aqui: http://bit.ly/CirandasFeministasZMS

 

 

 

 

Cartilha Violência Contra as Mulheres-1 - editada

Violência contra as mulheres:
a gente se junta, conversa e se ajuda

Violência contra as Mulheres: a gente se junta, conversa e se ajuda é fruto de uma estratégia coletiva no enfrentamento à violência contra as mulheres na região da Zona da Mata Sul, entre o SOS Corpo – Instituto Feminista para a Democracia e a Articulação de Mulheres da Zona da Mata Sul, que integram o Fórum de Mulheres de Pernambuco e a Articulação de Mulheres Brasileiras.

Baixe aqui: http://bit.ly/CartilhaVCM