• Home »
  • #lutafeminista »
  • Organizações de mulheres da Zona da Mata debatem formas de enfrentamento à violência na região

Organizações de mulheres da Zona da Mata debatem formas de enfrentamento à violência na região

foto2

Organizações de mulheres da Região da Zona da Mata de Pernambuco, em parceria com o SOS Corpo, realizam hoje e amanhã (16), em Palmares, o Encontro de Intercâmbio e Articulação Microrregional, que reúne mais 80 integrantes do movimento. O objetivo é debater o enfrentamento à violência contra as mulheres dentro da atual conjuntura do país e promover um espaço de diálogo com representantes do poder público.

A abertura do encontro aconteceu hoje pela manhã e estão presentes representantes da Articulação de Mulheres da Mata Sul, Centro de Mulheres de Joaquim Nabuco, Centro de Mulheres de Vitória de Santo Antão, CEAS-Rural, Associação de Mulheres de Água Preta e Centro de Mulheres de Catende. Do poder público participam: Carla Caminha, coordenadora regional do CREAs; Bruna Falcão, delegada da Delegacia da Mulher de Vitória de Santo Antão; e Tarcila Souza, da Secretaria Estadual da Mulher.

Em paralelo à programação, também acontece uma oficina para 45 crianças e pré-adolescentes sobre violência contra a mulheres, como forma de enfrentar este problema desde cedo, tanto com ações de prevenção, como criando possibilidades de acolhimento e orientação para jovens que possam estar expostas a situações de violência.

O Encontro de Intercâmbio e Articulação Microrregional está sendo realizado graças a uma ação do SOS Corpo que conta com o apoio da União Europeia. Amanhã, no encerramento, as organizações de mulheres farão uma ação de rua, no centro de Palmares, apresentando denúncias e protestos contra a grave situação de violência contra a mulheres em Pernambuco, principalmente nos municípios da Zona da Mata Norte e Sul.

Foto: Margarida da Silva (Magal)
Texto e Edição: equipe de comunicação do SOS CORPO